Página principal
Notícias
Fepaf sedia reunião da Rede Unesp de Fundações

Fepaf sedia reunião da Rede Unesp de Fundações
No dia 27 de agosto, a Fundação de Estudos e Pesquisas Agrícolas e Florestais (Fepaf) recebeu em sua sede na Fazenda Experimental Lageado, câmpus da Unesp em Botucatu, o 4º Encontro da Rede Unesp de Fundações.

Com a presença de representantes das fundações conveniadas à Unesp, a reunião foi iniciada com a palestra da advogada Tatiana Shigunov, procuradora jurídica da Fundação de Amparo à Pesquisa e Extensão Universitária (Fapeu), vinculada à Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

A convidada apresentou as principais conquistas do Marco Legal da Ciência, Tecnologia e Inovação, especificamente sobre temas como concessão de bolsas, captação de receitas, despesas com patentes, gestão de proteção de propriedade intelectual. “A universidade precisa trabalhar com as políticas de inovação, precisa abrir suas portas para a sociedade. O Marco Legal dá a possibilidade das universidades irem a campo, buscar a parceria de empresas e indústrias. Auxiliar os ambientes criativos, fomentar o empreendedorismo, isso é papel das universidades, as fundações acompanharão esse movimento”.

Ao comentar a criação Rede Unesp de Fundações, a palestrante ressaltou a importância da regulamentação das relações entre a universidade e suas fundações. “O movimento da criação dessa rede é muito bom. É o caminho que a Unesp deve seguir, dando margem para que o trabalho das fundações possa ser defendido e isso se faz com regulamentações das ações. Não é preciso regulamentar minúcias. É o suficiente fazer regulamentações macro, gerais para execução de projetos ou processos de compras, por exemplo. A própria Universidade pode fazer uma resolução básica, geral, com o mínimo que as fundações precisam fazer para executar certos procedimentos. Quando falo em regulamentar os processos de maneira macro, isso não pode ser confundindo com burocratização. Significa estabelecer uma regra mas ágil, mais célere e que vai defender as fundações de entraves como os colocados pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE). Dá pra sentir que a Unesp tem interesse em melhorar e sabe o que precisa ser feito nesse sentido”.

Subsecretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado de São Paulo, Marcos Vinícius de Souza ministrou a segunda palestra do evento, onde abordou conceitos e políticas de inovação, passando por temas como sistema financeiro, tributação, empreendedorismo, entre outros. Ele afirmou acompanhar de perto o movimento da Unesp para a criação de sua rede de fundações. “O movimento da Unesp é exemplar, pois permite uma troca de experiências entre suas diversas fundações e dá a todos os envolvidos uma força maior junto ao governo, inclusive com propostas baseadas em problemas reais que as fundações enfrentam no dia-a-dia. Essa integração é excelente também para o público externo, como empresas e governos, pois traz uma uniformização, um alinhamento de mentalidades uma e homogeneização de ações que facilita a interlocução e a negociação com a Unesp”.

O professor Celso Antonio Rodrigues, diretor da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Unesp, câmpus de Botucatu, e ex-presidente da Fundação de Apoio aos Hospitais veterinários da Unesp ( Funvet) esteve presente ao evento e fez questão de ressaltar a importância das fundações para o fortalecimento da Unesp e suas unidades universitárias. “Infelizmente, ainda há pessoas que encaram as fundações como algo ruim para a universidade, o que é absolutamente incorreto. As fundações de apoio existem por causa da universidade e essa iniciativa de criação de uma rede de fundações é adequada e importante. Hoje, muitas fundações são colaboradoras importantes das faculdades. As melhores unidades universitárias da Unesp tem, ao lado delas, fundações fortes. Essa é nossa realidade hoje. A sintonia entre as fundações e a administração geral precisa existir. Estamos evoluindo muito nesse sentido, mas podemos evoluir mais. É uma tarefa árdua. É preciso haver uma regulamentação que embase, agilize ações, incremente e tenha a retaguarda da universidade, jamais no sentido de burocratizar, travar e inviabilizar o que já está funcionando”.

Anfitrião do 4º Encontro da Rede Unesp de Fundações, o professor Caio Antonio
Carbonari, diretor-presidente da Fepaf, ficou satisfeito com os resultados do evento. “Há uma integração grande das fundações da Unesp que, com seus diferentes perfis, começam a caminhar para um alinhamento, em termos de uniformização de entendimentos e procedimentos. Nesse sentido, a Rede foi muito feliz na programação desse evento, com os palestrantes trazendo visões atuais sobre várias questões, o que nos permite pensar as perspectivas e antecipar alguns cenários que podem ocorrer num futuro próximo. Foram palestras bastante valiosas”.

Para o professor Edson Capello Sousa, assessor do Gabinete do Reitor, que coordena a implantação da Rede Unesp de Fundações, o balanço da reunião foi positivo. “O evento foi muito proveitoso. Conseguimos avançar nas discussões sobre temas como as regulamentações que tratam de uso de recursos públicos, pagamentos de bolsas pelas fundações, credenciamento das fundações junto à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado de São Paulo. O entendimento dessas legislações é muito importante para a Rede porque faz com que possamos evitar problemas jurídicos e, mais ainda, nos permite trabalhar com mais segurança na captação de recursos para que as fundações cresçam e se fortaleçam”.

Segundo o professor Capello, o próximo encontro da Rede Unesp de Fundações será no dia 29 de outubro, no câmpus da Unesp de São José do Rio Preto. “O objetivo é continuar aprofundando nossas discussões para a compreensão das legislações para que possamos facilitar e dinamizar o trabalho das fundações”.

Em fase de implantação, a Rede Unesp de Fundações reúne 16 instituições conveniadas à Unesp, incluindo as sediadas em Botucatu (Fepaf, Famesp, Funvet e Fundbio). O objetivo dos encontros é possibilitar que tais instituições se qualifiquem, troquem experiências e desenvolvam projetos em conjunto a fim de ampliar a capacidade de captar recursos e gerenciar projetos.



Fonte: Fepaf  Autor: Assessoria de imprensa

Imprimir
 
Indicar a um amigo
 
2019 - FEPAF - Fundação de Estudos e Pesquisas Agrícolas e Florestais
Avenida Universitária, 3780 - Fazenda Experimental Lageado - Botucatu - SP - CEP: 18610-034 - (14) 3880-7127